Manual para Criar um Site Profissional

Criar Site no Webnode

criação-de-sites

Há muitos detalhes a serem considerados na concepção e desenvolvimento de um website. Na verdade, pode até parecer uma lista interminável, mas se você olhar de perto verá que algumas coisas são mais importantes que outros, pensado nisso separei 15 fatores vitais em website profissional!

Depois de ter alcançado o estágio de planejamento de seu site, os itens que irão integrar suas páginas da web se reúnem em grandes categorias, que vão desde o design da interface a linguagem de programação escolhida. Claro, há também questões relacionadas com otimização de sites (SEO ou Search Engine Optimization)  – mas eu acho que esse tema pode ser tratado em outros artigos. Não pense apenas em otimização, pois a otimização é importante para alcançar visitantes, todavia e preciso mantê-los em seu site. para isso é preciso torná-lo cada mais profissional.

Profisisonais em criação de sites

1. A qualidade visual e design

Os gráficos (ou design) do seu site o primeiro fator. Eu não sei quanto a você, mas se eu entrar em um site que não é agradável visualmente falando, sai de cara.

Isso não significa que cada local necessita um visual incrível, mas se um site não é atualizado desde 2010, seu proprietário deveria considerar seriamente esta fator.

Um projeto simples, geralmente é tudo o que você precisa. Alguns designers gráficos aproveitam para mostrar todas as suas habilidades por meio dos sites de seus clientes, e isso é compreensível, mas eu estou entre aqueles que pensam que a simplicidade de um site também é eficaz. Um site muito complicado visualmente pode ser um fracasso.

A primeira impressão é fundamental, e embora um visual interessante na vá garantir sozinho o sucesso de seu site, ele irá, pelo menos, despertar a atenção de seus visitantes o suficiente para que ele uma olhada no que você tem a oferecer.

2. Uma interface de usuário ativos (não apenas leitores)

A interface do usuário e o aspecto funcional é a base de qualquer bom site. Ao projetar um site, você terá que entrar na pele do usuário e, em outras palavras determinar o seu público-alvo: quem vai visitar o seu site? qual é o perfil do seu cliente?

É realmente útil, posso até dizer que é essencial, criar um perfil de seus visitantes e se manter e atualizar seu site. Tenha certeza que você oferece em seu site todas as informações que eles precisam antes de comprar, e assim se tornar um membro.

Tenha certeza que seu sistema de navegação é fácil. E lembre-se: o que é óbvio para você não é a pessoa que visita o seu site. Afinal o seu site, simboliza o primeiro contato com seu possível cliente.

 3. O sistema de navegação principal

O que chamo de sistema de navegação principal, seria os links mais importantes para o seu site. Por exemplo, os botões de “fale conosco” ou “nossos produtos”. Estas ligações devem pertencer à navegação principal do seu site como. Tenha o cuidado de colocar estes links no topo do site, bem visível, visando burlar a variedade de resoluções diferenciadas. O ideal é nunca ter que “rolar” para baixo para ver um link de navegação para uma área-chave do site.

O que você deve incluir na parte superior do site são o seu logo (que, idealmente, redireciona para a página inicial) e links para as principais seções de seu site.

Por exemplo colocando “Inicial | nossa empresa | Serviços | Contato” no topo do seu site. Consistência é a palavra chave.

4. Repita a navegação no “rodapé”

Se você usar as imagens (ou mesmo um menu de Flash) para a navegação principal, é importante oferecer uma barra de navegação em seu rodapé. Mesmo se você usar links de texto no topo, este tipo de duplicação será útil. Assim seu site será eficaz e acessível para que os visitantes seja possibilitado de encontrar o conteúdo que quiser em seu site.

Muitas vezes o rodapé são usados para informações adicionais, tais como condições de uso, termos etc, De fato, deve ser haver estes links, mas não precisa aparecer na barra de navegação principal do seu site.

5. Tendo conteúdo de qualidade

Você tem um belo site que irá atrair a atenção de alguém, se o conteúdo não é bom, eu estou disposto a apostar que seu visitante vai embora.

Ao escrever o seu site, é importante fornecer informações úteis sobre sua empresa, seus produtos, serviços, etc. Se você usar um blog, artigos informativos relacionados ao seu campo de atuação, será ainda mais eficaz.

Embora seja importante para seu negocio uma boa imagem, eu aconselho a não exagerar. Especialmente em um blog, as pessoas que lêem o blog de sua empresa não suportaram egocentrismo – eles querem saber como você (sua empresa) pode ajudar.

6. A página “nossa empresa ” ou “quem somo”  completa!

Entre as páginas mais populares de um site comercial,  esta página sempre estará como a mais visitada,  você encontrará este fenômeno muito facilmente, olhando nas estatísticas de visitas ao seu site.

Além da curiosidade natural das pessoas em saber quem está por trás de uma empresa ou um blog, esta página é muitas vezes decisiva em empurrar os seus visitantes para um contato com você ou finalmente comprar seus produtos.

O que importa é que no geral, é uma página decisiva. Tente incluir informações sobre sua formação e como se relaciona com seu próprio negócio e sua área de especialização, testemunhos de clientes satisfeitos, é CLARO! Se as pessoas sabem mais sobre você, logo surge uma maior credibilidade.

Claramente, quanto mais você personalizar seu site é melhor para os resultados do seu negócio online.

7. Inclua suas informações de contato

Nada esconde um cliente potencial mais do que o fato de não ter uma maneira de contatá-lo. Se eles estão interessados ​​em seus serviços, e não consegue encontrar uma página com um simples meio de contato,  vão acabar com certeza nos sites dos seus concorrentes.

Idealmente, você deve dar mais de um método de contato. O mínimo é um endereço de e-mail e formulário de contato. Você deve tentar incluir um número de telefone e um endereço para correspondência, se possível. Para as pessoas cuja atividade é realizada em casa, você pode pegar o numero da  caixa postal e um número de telefone da empresa que não seja o seu número privado.

Quando seus clientes  ver um número de telefone e endereço para correspondência, terão a sensação de estabilidade e seriedade, o que é muito importante para imagem de uma empresa ou vendedor.

8. Ter um motor de busca interno

Se você tem um site ou um blog com grande conteúdo, tenha um campo de pesquisa interna. Não há nada mais frustrante do que vasculhar um site com centenas de páginas para encontrar conteúdos específicos. Se um cliente potencial não pode encontrar algo facilmente em seu site, é uma aposta segura que ele irá embora.  Neste caso, a falta de uma busca interna fará a felicidade de seu concorrente.

Você pode usar uma caixa de pesquisa do Google no seu site, ou qualquer outra função de pesquisa, de fácil de implementação. Será um pouco mais complicado de configurar uma função de pesquisa personalizada, mas muitos desenvolvedores estão a disposição para ajudar.

9. Assinatura / Carta de Informação

Se seu site tem conteúdo de qualidade,  sendo atualizado periodicamente,  logo você deve fazer com que as pessoas saibam de todas as atualizações que você oferece. Na prática, isso pode tomar a forma de um boletim informativo, um feed RSS, etc.

Quanto à newsletter, muitos provedores permitem que você tenha um campo em seu site fornecendo seus visitantes a possibilidade de se inscrever em um boletim informativo. Pessoalmente, acho que não há estratégia melhor do que uma assinatura de RSS, pois permite que você colete e-mails de clientes em potencial. Na verdade, embora você possa acompanhar os números e outras estatísticas de assinatura, os assinantes RSS não precisa fornecer um endereço de e-mail.

10. Mapa do Site

Existem dois tipos de Mapa do Site – um para humanos e um para motores de busca. Gostaria de abordar aqui o primeiro apenas porque, como eu disse no inicio não vou focar sobre otimização de site (ou SEO) será um próximo post. Um mapa do site em HTML (ou PHP etc), é destinado aos visitantes do seu site e é  uma ferramenta valiosa para ajudá-los a encontrar exatamente o que querem.

Uma lista estruturada de todas as páginas de um site é particularmente útil se você não consegue adicionar a funcionalidade de pesquisa ao seu site. Um link para o mapa do site é um elemento alternativo para colocar no rodapé do seu site. Um mapa de site bom é aquele que mostra claramente a relação entre as páginas com  títulos e legendas.

11. O design do seu site em CSS (Cascading Style Sheets), conteúdo XHTML

O tempo de tabelas HTML para layout já faz parte do passado. Os melhores sites desenvolvidos atualmente estão usando uma combinação de XHTML e CSS, o que cria uma separação entre conteúdo e design.

Com o uso de ‘div’ que são tags que permitem criar recipientes de diferentes aspectos dos textos e das imagens no seu site. Sem um arquivo CSS correspondente, você verá apenas o básico – o texto – que é também a visão dos motores de busca.

Desta forma, um único link para um arquivo CSS externo se torna visível o design gráfico do seu site, enquanto que sem este arquivo CSS, você permanecerá na página principal: XHTML conteúdo (texto), sem código de fonte. É o arquivo CSS que especifica as fontes, cores, imagens de fundo no projeto gráfico do seu site.

Com essa separação de conteúdo e design, os motores de busca já não têm de percorrer o código excessivos para ver se seu tem conteúdo é relevante.

12. Verifique se você tem o XHTML / CSS

Desenvolver o seu site em XHTML e CSS não é tudo … É também necessário que o seu código esteja correto. Duas ferramentas úteis para verificar o seu código-fonte estão disponíveis na “World Wide Web Consortium” (W3C):

* W3C Markup Validation Service
* Serviço W3C CSS Validation

Há muitas razões importantes para que você esteja com o código correto … Com um código correto, seu site terá o mesmo registro em diferentes navegadores (veja o número 13 abaixo). Um código fonte bem escrito também oferece muitas vantagens sobre os motores de busca. De fato, se o site foi projetado para os padrões atuais dos motores de busca da web, você terá comprido uma fator importantepara melhoria de seu website .

13. Compatibilidade em navegadores diferentes

Embora a maioria dos profissionais da web usam o Mozilla Firefox, este não é o caso de pessoas comuns.  Há de fato uma boa chance de seu cliente usar o Internet Explorer. E infelizmente, há ainda a chance de usar o Internet Explorer 6 ou 7.

Só mesmo com os principais navegadores instalados em sua máquina você poderá saber se seu site está sendo exibido corretamente para todos os navegadores possíveis. E assim deverá tornar o seu site compatível com diferentes navegadores, isto é o ideal.

Ainda tem o fator sistema operacional que embora a maioria dos usuários tenha um PC com o Windows outros estão com Mac ou Linux, outros porém usam tablets, smartphones e iphones, faça o possível para adaptar o seu site a essas variedades.

Obviamente, a maioria das pessoas não têm a chance de ter um PC com o Mac (para não mencionar Linux, etc.), Mas com a ajuda de um site chamado “Shots browser”, você pode digitar uma URL e escolher entre uma variedade de navegadores e sistemas operacionais e fazer as imagens através deste software. Muito útil se você estiver em um PC rodando o Vista, por exemplo, e você tem mais acesso de visitantes que usam o  IE6.

14. Otimizar imagens para a web

Ao escolher suas imagens para seu site, é importante registrar todas as suas imagens em um formato compactado. Evite imagens com pesadas, faça o possível para aliviar o peso do seu site.

Para criar um site, você vai usar de preferência o png, jpg ou gif, dependendo do caso.

15. Estatísticas de rastreamento e Google Analytics

Existem muitos programas e sites que oferecem estatísticas do site com rastreamento e contendo informações como:

* Número de visitantes
* Visitantes exclusivos
* Percentual de novos visitantes ao seu site
* Qual o termos de pesquisa que o visitante usa para encontrar o seu site
* Quais são os sites que trazem tráfego
* Quais são as páginas mais populares de seu website
* Qual interface é usada pelos seus visitante (sistema operacional (OS) / browser / resolução de tela)

Através do estudo desta informação, você pode perpetuar o sucesso do seu site ou fazer as mudanças necessárias para o seu sucesso. Na verdade, se você quiser acompanhar o desempenho do seu site e veja como você pode melhorá-los, um bom  software estatístico é essencial!  A melhor e mais popular opção é sem dúvida, o site do Google Analytics, além de fornecer dados extensos, é bem simples de usar.

Se você aplicar todas estas dicas, tenho certeza que seu site não estará longe de ter as qualidades de um site criado por uma agência de web.

Boa sorte nessa empreitada!

E até a próxima!

Este é um guest post escrito por Thiago Soares.

Adicionar a favoritos link permanente.

3 Comments

  1. Este é o manual que eu realmente precisava para aplicar as dicas em meu blog. Abraço!

  2. Esse artigo é muito interessante.
    Fico pensando: tem sites que tem tudo ao contrário do que está escrito no post, sem qualidade, layout de outro mundo… mas esses sites misteriosamente tem grande sucesso e as vezes conseguem uma excelente colocação no Google. Não sei o que acontece. Tem tantos projetos de SEO por aí que não superam esses tipos de sites relaxados.
    Vou aplicar esse post em meu futuro projeto, vou deixar o Blogger de lado… ele é excelente para quem se contenta com o que ele oferece (junto com as limitações que você tem), mas para usuários como eu que tem milhares de ideias excelentes na programação temos que criar um site próprio né. 😛
    Abraços

  3. Seu post foi muito útil e me ajudou muito, eu estava tentando montar um site que chama-se atenção e agora estou conseguindo, e com esse post eu tive mais ideias para poder faze-lô cada vez melhor. O artigo está muito bem explicado e de modo claro. Valeu!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *