Como Ganhar Dinheiro como Freelancer

Criar Site no Webnode

A dificuldade de conseguir um emprego fixo ou até mesmo trabalhos temporários, tem feito com que profissionais busquem formas alternativas de trabalho, como é o caso do freelancer.

Este é um mercado em ascensão por diversos fatores, como o aumento da inflação, desemprego, vontade de trabalhar em casa ou a simples vontade de mudar de carreira.

Mas o que é um Freelancer?

Freelancer, ou freela,é uma palavra em Inglês que se refere ao profissional liberal que presta serviços de modo autônomo para empresas ou pessoas, por períodos determinados de tempo seja dentro ou fora da Internet. No palavreado do povão, o “Freela” poderia ser referido como “fazedor de bicos”.

Como Ganhar Dinheiro como Freelancer

Apesar do aumento no interesse em ser um freelancer, muitas pessoas tropeçam nas primeiras experiências como trabalhador autônomo. Além das necessidades burocráticas para começar a vender um serviço, existe ainda a necessidade de se programar, pois não há local e nem horário pré-determinados e o fato de que o o chefe passa a ser chamado de cliente.

Se você está pensando em se tornar um “Freela“, confira aqui o passo a passo para Ganhar Dinheiro como Freelancer.

1. Escolha uma especialidade

Mesmo que você tenha uma gama grande de especialidades, o recomendado é que você se especialize em uma ou mais áreas. A vantagem de buscar um nicho específico é que você pode se diferenciar rapidamente da concorrência, construindo uma boa reputação.

Quando for mais reconhecido no seu mercado, poderá expandir sua atuação para outros projetos. Escolha o nicho que te dá mais prazer e que você faz com mais facilidade.

2. Defina um preço

Estipular um preço mais competitivo é importante para conquistar seus primeiros clientes, mas não desvalorize seu trabalho.

Eu mesmo trabalho como desenvolvedor de websites, otimização de sites e gerenciador de redes sociais e me lembro de que no começo foi difícil conseguir uma boa clientela, mas depois de um tempo eu consegui ser reconhecido pelo meu trabalho e a partir de então os clientes é que me procuram.

Minha recomendação é que somente faça descontos de estiver sem trabalho no momento, desde que não tenha prejuízo. Se estiver com a agenda cheia, mantenha seu preço regular.

3. Planeje suas finanças e cuide da burocracia

Se a sua ideia é trabalhar em tempo integral como Freela, é importante ter uma reserva de capital para se manter por um tempo. O ideal é que possa se manter por cerca de 1 ano com as despesas pagas.

Lembre-se de que se você era um empregado e tinha plano de saúde, décimo terceiro e férias, tudo isso vai acabar quando começar a trabalhar por conta própria.

Outra providência que deverá prestar atenção é em relação ao recolhimento de impostos. O MEI é a opção mais recomendada nesses casos, desde que não ultrapasse o faturamento de 81 mil por ano (válido no ano de 2020).

Você paga uma pequena taxa mensal de R$53,25 para comércio e indústria ou R$57,25 para serviços e isso ainda garante que você poderá se aposentar pelo INSS.

4. Procure seus primeiros clientes

Uma forma de conseguir clientes é investindo em networking e buscar recomendações de parentes e amigos. Outras possibilidades incluem participar de serviços como o Workana e Freelancer que conectam clientes com profissionais.

5. Estabeleça uma rotina

Trabalhar por conta própria é mais complicado do que trabalhar em uma empresa. Afinal de contas, não há chefe para ficar de olho no serviço que você faz, nem horários pré-determinados, além de poder ter sua concentração e trabalho atrapalhados caso tenha mais pessoas convivendo na mesma casa.

O ideal é estabelecer regras durante seu expediente, incluindo um horário rígido para começar e encerrar seu trabalho. Prefira um local adequado, silencioso, organizado e com uma boa conexão a Internet para tornar seu dia mais produtivo.

6. Busque companhia

Uma alternativa para ser mais produtivo é participar de espaços coworking, onde é possível trabalhar ao lado de outros freelancers.

Trabalhar em um espaço como um café ou escritório compartilhado faz com que você se sinta mais integrado, além de poder ser mais produtivo pois outras pessoas poderão estar de olho no que você está fazendo.

Também é uma oportunidade de conhecer outros profissionais para trocar ideias, unir forças, dividir projetos ou recomendar clientes.

7. Faça uma transição ordenada

Se você decidiu abraçar de vez seu futuro “trampo de freela”, o indicado é começar aos poucos se você ainda estiver empregado. Isso porque pode demorar alguns meses até que você tenha uma boa clientela e ganhe recomendações.

Conclusões
Se você pensa em abandonar seu emprego ou se está desempregado procurando o que fazer, Ganhar Dinheiro com Freelancer é uma ótima opção, mas devo salientar que não é qualquer pessoa que tem a disciplina para trabalhar em casa e ser produtivo.

Celso Lemes

Blogueiro Profissional. Conhecimento sobre Marketing Digital, Google SEO, Divulgação Online, Redes Sociais, Webdesign, Divulgação de Empresas

2 comentários em “Como Ganhar Dinheiro como Freelancer

  • 15/05/2020 em 4:49 pm
    Permalink

    Muito bom Conteúdo, obrigado pelas dicas

    Resposta
  • 13/06/2020 em 10:37 pm
    Permalink

    Ganhar dinheiro não é nada fácil, ainda amais trabalhando por conta própria, mas de fato as dicas aqui colocadas podem ajudar a ganhar uma grana extra trabalhando como freelancer.

    ótimas dicas.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *