Como Diminuir a Taxa de Rejeição do Site

Como Diminuir a Taxa de Rejeição do Site

A maioria dos webmasters que estão começando a desenvolver seus sites, tem a divulgação como uma das principais tarefas a se fazer em relação ao site. Realmente este é uma das mais importantes tarefas, porém não é a única.

Na verdade nós webmasters também precisamos nos preocupar com a taxa de rejeição, que caso esteja muito alta, pode significar que o site está com algum tipo de problema que precisa ser consertado.

Isso pode ser feito desenvolvendo um site de forma que ele chame a atenção, incentivando os visitantes a permanecerem para olhar mais do conteúdo disponível, adicionar nos favoritos para uma futura visita e/ou recomendar para amigos.

Como Diminuir a Taxa de Rejeição do Site

A taxa de rejeição é o percentual de usuários que visitam o seu site e abandonam a navegação na mesma página em que chegaram.

Por exemplo:
Digamos que 100 pessoas vão até um buscador como o Google e digitem palavras que os levem até uma determinada página do seu site (não precisa ser a página inicial), mas que por algum motivo 80 deles decidam voltar para o buscador para procurar por outro site.

Isso quer dizer que a taxa de rejeição do seu site está na casa dos 80%(muito alto), já que ele foi rejeitado por 80 dos 100 visitantes que o acessaram.

Como saber a taxa de rejeição das páginas de um site
Uma ferramenta muito útil que permite saber qual a taxa de rejeição das páginas de seu site/blog é o Google Analytics, que é uma ferramenta gratuita de estatísticas oferecida pelo Google.Conteúdo principal - Google Analytics

Clique na imagem para ampliar

Qual a média da taxa de rejeição ideal
Não existe uma média de taxa de rejeição ideal, já que as pessoas tem gostos diferentes, com diferentes interesses. Portanto é IMPOSSÍVEL criar um site que agrade 100% dos visitantes, ficando um tempo de rejeição ideal (na minha opinião) na casa dos 50 e 60% para a maioria dos sites.

O que nós temos que fazer é tentar agradar o maior número de visitantes possível, criando um conteúdo de qualidade, design limpo, links postados em locais estratégicos da página e etc.

No entanto, você deve entender que existem alguns tipos de páginas que não importa o que você faça, a taxa de rejeição não abaixa para um nível aceitável. Isso é muito comum em páginas em que o visitante não concorda com algo presente na página ou que ela tenha sido otimizada para palavras-chave que não são relacionadas ao assunto da página.

Confira algumas das dicas que eu passo para que seu site tenha uma taxa de rejeição mais baixa possível.

Conteúdo de qualidade

Este é o mais importante quesito que vai determinar qual a taxa de rejeição das páginas de um site.
Quando as pessoas realizam suas buscas pela internet, elas estão a procura de conteúdo que supra suas necessidades de informação/ entretenimento.

Por isso é importante que você crie conteúdo que seja interessante, útil e ou agradável para as pessoas. Caso contrário, não haverá motivos para eles permanecerem no seu site.

Recomendo a leitura do artigo “Qual a definição para conteúdo de qualidade“.

Excesso ou escassez de informação

A maioria das pessoas tem preguiça de ler, principalmente quando elas não estão 100% interessadas no conteúdo.
Isso quer dizer que, algumas pessoas podem deixar seu site, caso a página apresente uma quantidade de informação acima do que elas estão dispostas a ler.

Este é um assunto delicado, já que dependendo do tipo do conteúdo que você escreve, pode ser necessário que a página contenha muita informação, como é o caso de sites técnicos, ou que contenha pouca informação, como é o caso dos sites direcionados a crianças.

Portanto é necessário que você analise qual seria a quantidade de informação ideal para cada página de seu site e tente criar o conteúdo de acordo com a o que você acha que seria melhor, podendo até dividir a página em diversas páginas, caso seja necessário.

Publicidade em excesso

Este é um dos problemas mais graves, já que as pessoas estão a procura de conteúdo e não de banners.

Se você pretende ganhar dinheiro com seu site, procure ser moderado na hora de adicionar as publicidades em seu site.
Também evite todo tipo de publicidade que abra uma nova janela (popups), já que esse é uma das maiores reclamações dos internautas.

Servidor lento

Se um site demora para abrir, as chances de o visitante desistir da visita e procurar um outro site são muito grandes.

Por isso é muito importante hospedar seu site em servidores profissionais que sejam capazes de carregar o seu site no computador do visitante o mais rápido possível.

Site pesado

A inclusão em excesso de imagens, vídeos, músicas, animações e etc., podem tornar o site pesado a ponto de impedir o acesso de visitantes com conexões modestas (56 kb). Por isso é importante manter o site o mais enxuto possível, evitando adicionar qualquer coisa que não traga valor a página.

Você deve prestar atenção em especial as imagens, que de preferência, devem ser otimizadas de forma a diminuir seu peso, antes de serem adicionadas ao seu site.

Excelentes ferramentas gratuitas para editar as imagens são o Photo Scape e o Photo Filtre.

Layout desconfigurado

Existem diversos tipos de navegadores que podem ser utilizados para se navegar na internet, como é o caso do Internet Explorer, Firefox, Google Chrome, Ópera e etc.
O problema é que cada um deles trabalham de formas diferentes, podendo exibir seu site desconfigurado, escondendo o menu ou até mesmo o conteúdo. Confira a imagem abaixo que mostra o menu desalinhado.

criar sites layout torto
Na imagem acima você pode conferir o antigo template do Criar Sites com o menu de navegação desalinhado.

Por isso é importante tornar seu site compatível com a maior parte dos navegadores para garantir que seus visitantes consigam navegar no site normalmente.

Existem diversas ferramentas que permitem descobrir como seu site aparece em diversos tipos e versões de navegadores como é o caso do View Like Us e do Debug Bar.

Conclusões
A taxa de rejeição é um fator importante que você deve monitorar para saber como o seu site está se desenvolvendo. Se essa taxa estiver muito alta, é sinal de que você tem muito trabalho pela frente.

A melhora da taxa de rejeição pode trazer diversos benefícios, como o aumento do tempo médio de permanência e mais visitas ao longo do tempo, que podem ser traduzidos em mais negócios e ou lucros.

Gostou do artigo Como Diminuir a Taxa de Rejeição do Site? Ainda tem dúvidas ou sugestões sobre SEO no Google? Então deixe um comentário abaixo.

Sobre Celso Lemes

Celso Lemes é Blogueiro profissional. Vivo de blogs, blogo para viver, vivo blogando, blogando eu vou vivendo.   Baixe grátis o e-book 12 Passos para Divulgar seu Site ou Blog.
Adicionar a favoritos link permanente.

42 Comments

  1. Tiago Miranda

    Celso,
    Em falar em menu desalinhado a minha sidebar 3 sumiu, quando eu vejo em widgets os gadgets estão lá, mas quando vejo no blog, eles não estão.
    O que será?
    Valeu!!!!

    • Tiago,
      Normalmente isso acontece quando editamos o template ou adicionamos algum tipo de código que usa DIV.
      Elas deve obrigatoriamente estarem fechadas, tipo e . Se estiver faltando fechar uma das divs, o erro pode acontecer.
      Outra coisa é problema com plugins incompatíveis.

      Abraço!

      • Tiago Miranda

        Celso,
        Confiei no meu html e fui direto nos plugins, o problema está resolvido.
        Pena que é um plugin que eu gosto muito, o MaxBlogPress Unblockable Popup. Ele também deu problema aí?

        No seu artigo concordo em tudo, principalmente em publicidade em excesso, niguém gosta de site CQC.

        Valeu!!!!!

  2. Stenio Augusto

    Ótimo Artigo! Ontem mesmo estava procurando essas informações.
    Parabens pelo Artigo Celso!

  3. trabalho pela internet

    Eu ainda acho alto esse valor de 50% para taxa de rejeição. Eu possuo um site de jogos onde a taxa de rejeição é de 22%.

  4. Esta informaçao que você pois no meu site vai ser muito útil Celso. Continue assim e o Criar Sites estará no topo.

  5. Anderson Chipak - Afiliados

    Celso,

    Mais uma vez, grande post. Acho legal o que é recomendado, e vc faz em seus post, que são os links de contexto. Com 4 ou 5 links nos dois primeiros paragrafos a taxa de rejeição cai pela metade. O legal é abrir o Analytics pra sempre conferir as paginas, do mês, que ficaram com a maior taxa de rejeição e trabalhar em cima delas individualmente.
    O artigo “Ganhe mais tentando ganhar menos” ainda não tinha lido e achei muito boas as dicas. Parabéns pelo trabalho!

    Abraço,
    Anderson Chipak

  6. é de facto a minha maior preocupaçao de momento ….tentar diminuir a Taxa de rejeiçao!

  7. Boa tarde, não sei c vc Celso possa me ajuda. Transferi meu blog do wordpress de servidor fiz tudo certo, mas so não apareceram as imagens, como faço aparecer?
    Obrigado

  8. Olá,
    boa tarde Celso!
    gostaria de saber se imagens upadas para servidores do tipo imageshack tem alguma rejeição ao page rank?

  9. Muito bom esse post. Tenho alguns problemas com a extensao com conteúdo no meu site, mas por se tratar de um site de conteúdo jurídico não há muito o que fazer… Mas sigo todas dicas que são possíveis.

  10. Excelente artigo, na verdade vou fazer um comentario pergunta, e só vou faze-lo pois percebi que você responde a todos, parabéns por isso.
    Percebi um comentário interessante de alguém sobre criar links no primeiro paragrafo do texto do post para diminuir os problemas de taxa de rejeição.
    A pergunta é, esses links para outras páginas devem abrir na mesma janela ou em outra janela ou aba?
    valew.

    • Diego,
      Na minha opinião, os links que levem para dentro do próprio site devem abrir na mesma janela. O contrário dos link para sites externos que devem abrir em uma nova janela.

      Abraço!

  11. Excelente artigo, no conteúdo e nas respostas dos comentários!
    Abrir link interno na mesma janela foi uma ótima dica.

  12. Celso, parece mentira, mas não é. Posso provar mediante gráficos. Reduzi minha taxa de rejeição de 80% para 10% de forma bem simples: coloquei o código do Google Analytics antes da tag final do cabeçalho (/head) e antes da tag (/body). Ou seja, coloquei o código em duas posições. Antes, eu só tinha o código perto da tag (/head) e algumas das minhas páginas não eram contabilizados pelo Analytics. Depois que coloquei o código também na parte inferior, o Analytics começou a contabilizar todas as visitas. Essa prática inclusive é recomendada pelo próprio Google Analytics: http://www.google.com/support/analytics/bin/answer.py?hl=pt_BR&answer=174090&utm_id=ad

    Façam o teste. Eu descobri isso por acaso quando tive que atualizar o template do meu blog. Outra coisa: na hora da configuração do Analytics, pedi para ele monitorar o domínio e os subdomínios. Antes eu tinha marcado monitoramento só do domínio. Por isso, minha taxa de rejeição era tão alta e nunca baixava, mesmo meu número de visitantes ter aumentado em mais de mil. Agora minha taxa de rejeição é baixíssima, eu não acreditei quando vi a estatística de uma semana atrás. Eu atirei no que vi e acertei no que não vi. 🙂

    Celso, bem que você poderia fazer um artigo a respeito disso e dá sua opinião mais técnica.

    Até, my friend

    • Frederico,
      Pelo que eu entendi você está manipulando os dados, criando a ilusão de que a taxa de rejeição do seu site é baixa. É isso?
      Bom, eu vou tentar fazer isso, para ver se eu estou errado.

      Abraço!

  13. Celso,

    Será que estou fazendo algo errado? É o seguinte: quando instalei o Analytics pela primeira vez, ele só monitorava o domínio principal. Da segunda vez, pedi para ele monitorar também os subdomínios. Essas opções de ler domínio e subdomínio são dadas pelo próprio Analytics, na área onde você pega o código de instalação. Acho que foi isso que fez com que o monitoramento cobrisse todas as páginas. E isso, baixou a taxa de rejeição de 70% para menos de 10%.

    Quanto a instalar o código no cabeçalho e no rodapé, o próprio Analytics sugere isso, alertando que determinados navegadores não leem o código Analytics em determinadas páginas.

    Acho que fiz tudo de forma legal. Em nenhum momento pensei em burlar os dados. Como sou ignorante em blogs, segui apenas as orientações do Analytics.

    Você acha que há algo errado nisso?

  14. Celso,

    Em nenhum momento eu quis gerar falsidade de dados. Simplesmente, quando atualizei meu template, notei que o Analytics havia desaparecido. Por isso, tive que reinstalar o código Analytics.

    o Analytics está disponibilizando novo código. E recomenda não colocar o código antigo e o novo na mesma página. No meu blog, só há o código novo. Provavelmente o novo código age de forma diferente do velho código.

    Só notei a queda drástica da taxa de rejeição por acaso, quando resolvi acompanhar o rendimento do blog em determinada semana. Aí vi a enorme diferença entre as taxas de rejeição monitoradas com o antigo e novo códigos.

    Só mais uma coisa: a taxa de rejeição baixa traz benefícios para o blog no quesito SEO?

  15. Celso,

    quando você disse que eu manipulei para obter menores taxas de rejeição, fiquei preocupado. Mas voltei para o link do Google Analytics e fiz o que ele mandou:

    “PARA OBTER MELHOR DESEMPENHO em todos os navegadores, recomendamos que você POSICIONE OUTROS SCRIPTS em seu site de uma destas maneiras:

    – antes do snippet do código de acompanhamento na seção (head) do HTML

    – depois do snippet do código de acompanhamento e de todo o conteúdo da página (por exemplo, na parte inferior do corpo do HTML)

    Fonte da info: http://www.google.com/support/analytics/bin/answer.py?hl=pt_BR&answer=174090&utm_id=ad

    Eu não fiz nada além disso. Acho que não estou sendo manipulador. Eu acredito que minha configuração anterior é que estava errada anteriormente, quando eu monitorava somente o domínio e não pedia o acompanhamento dos subdomínios. Acho que foi isso que ocorreu.

    • Frederico,
      Acho que eu me expressei mal, o que eu quis dizer é que você pode estar com a ilusão de que a taxa de rejeição é mais baixa do que realmente é, ou seja, você está se auto iludindo (afinal, ninguém tem o direito de cobrar satisfação com o que você faz com seu blog).
      Digo isso porque eu nunca vi um site com uma taxa de rejeição na casa dos 10%. Parece um sonho que todo webmaster tenta alcançar.

      Não sei o que pode estar acontecendo, mas eu tenho quase 100% de certeza de que tem algo de errado no monitoramento do seu blog.

      Eu fiz essa alteração do código do analytics aqui no CriarSites.com para ver no que dá. Mudei para as tags

      Desculpe o mal entendido. Abraço!

  16. Celso,

    Acho que a taxa de rejeição vai cair no seu blog também. Eu não fiz nada de especial. Agi conforme orientação do Analytics. Você pode divulgar a diferença entre as duas taxas (antes e depois da alteração)?

  17. Celso,

    notou mudança na taxa de rejeição? Houve queda com a nova instalação do código Analytics em seu blog?

    • Frederico,
      Não notei nenhuma mudança. Parece que está a mesma coisa de sempre. Vou continuar monitorando aqui.
      Não sei o que pode estar acontecendo com o seu site.

      Abraço!

  18. Celso,

    depois que pedi para monitorar domínio e subdomínio, minha taxa de rejeição caiu da faixa de 70% para a faixa de 10%. Ficou assim:
    18/10 – 78% (segunda – antigo código e somente leitura do domínio)
    19/10 – 13% (início do novo código e leitura de domínio e subdomínio)
    20 /10 – 5,49%
    21/10 – 6,23%
    22/10 – 5,24%
    23/10 – 7,50% (sábado – há queda na visitação)

    As visualizações de páginas também aumentaram:
    18/10 – 1555 (segunda – antigo código e somente leitura do domínio)
    19/10 – 3212 (início do novo código e leitura de domínio e subdomínio)
    20 /10 – 3133
    21/10 – 3294
    22/10 – 2654
    23/10 – 1919 (sábado)

    Aparentemente, o acompanhamento está sendo feito pelo Analytics. Mas depois que você alertou que há erro no blog, fiquei preocupado e comecei a pedir ajuda também a outros técnicos, mas ainda não obtive respostas para solucionar o problema. Se algum deles apresentar solução, informo a você.

    • Frederico,
      Uma taxa de rejeição dessas é boa demais para ser verdade. Não estou desmerecendo o seu site, mas pelo que eu entendo sobre sites e blogs, isso é uma margem quase impossível de ser alcançada.
      Se encontrar uma resposta, passe aqui para dizer.

      Abraço!

  19. Celso,

    Não achei solução para elevar a taxa de rejeição para um nível aceitável. Então, mudei o template por completo. E reinstalei o Google Analytics. As taxas de rejeição continuam abaixo de 9% mesmo com o novo template.

  20. graças as suas dicas meu site subiu a taxa de rejeição de 38,55% para 69,67%
    muito obrigado celso lemes!

  21. Celso, nem sempre uma taxa de rejeição alta significa que é ruim para o proprietário do site.

    Um exemplo simples é a minha loja virtual de afiliado. Se o usuário entra na minha loja e logo em seguida clica em um produto, sendo enviado para o site principal, pra mim é ótimo pois meu cookie já foi logo gravado e se ele fizer uma compra em até um mês, a comissão é minha.

    Porém a questão é:

    Com uma taxa de rejeição alta, é claro que interfere no meu posicionamento no Google. Mas a dúvida é: o quanto interfere?

    Seria maís interessante, ao clicar em um produto, ir para outra página aínda no site, com uma foto maior, e mais detalhes, e só então, se o usuário clicar no link, ser enviado ao site principal, onde fará a compra?

    É uma sinuca de bico pra mim. Pois se na primeira situação eu tenho contra mim uma taxa de rjeição maior, porém meu cookie será logo gravado, garantindo uma comissão em uma compra futura, masmo que seja outro produto. Por outro lado se ao clicar no produto o usuário for direcionado à outra página aínda na minha loja, provavelmente diminuirá a taxa de rejeição, porém o usuário só clicará novamente, se vendo mais detalhes do produto, interessar-se realmente.

    Eu sei que isso significa visita de qualidade, pois nesse caso a possibilidade do usuário adquirir o produto é maior. Mas não podemos equecer, que o usuário poderia não comprar aquele produto, mas decidir comprar outro até em outra época, então se no primeiro click ele já fosse ao site principal seria muito bom.

    Será que eu compliquei o meu questionamento?

    • Dermeval,
      O problema de posicionamento acontece quando o visitante retorna para o site do Google porque não gostou do conteúdo.
      Agora, se o visitante sai de seu site para o site de um anunciante, no seu caso, a função do site está feita, ou seja, ganhar o máximo de prospectos possível.
      No meu caso, eu prefiro manter os visitantes dentro do meu site e fazê-los retornar para um próxima visita. Por isso é interessante manter a taxa de rejeição baixa.

      Abraço!

  22. Ricardo Alves

    Olá Celso, tudo?

    Eu queria dizer a respeito de taxa de rejeição em imagens. No meu site elas atingem altas taxas, superiores a 75%, quando o internauta faz uma busca por “imagens” no google. Já o conteúdo em si, quando o internauta faz uma busca normal, a taxa de rejeição é boa. O que você tem a dizer sobre isto?

  23. celso
    quanto menos tempo os visitantes ficam, maior a chance de ir ao fracasso! acho que em alguns casos existe paginas que não adianta fazer nada, sempre vai ter altas taxa de rejeição! concorda comigo???

    • Neilson,
      Não concordo. Sempre é possível fazer algo para diminuir pelo menos um pouco a taxa de rejeição. É claro que devemos entender que existem páginas cujo o visitante não fica muito tempo nela devido ao tipo de conteúdo que ela contém, mas mesmo assim é possível melhorar um pouco.

      Abraço!

  24. Olá, Celso Lemes.. Realmente quando a taxa de rejeição esta alta devemos sempre melhorar…
    Gostei muito de seu artigo. Ficou bem legal..
    Parabéns.!!

  25. Celso eu entro muitas vezes no meu blog pra ver se tudo esta certo, se eu ficar abrindo meu blog e logo fechar, a taxa de rejeição também fica alta?

    Abraços!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *